Você está na Loucos Por Pimentas, a maior loja online de pimentas do Brasil. Sinta-se à vontade e desfrute de nossa vasta vitrine de produtos!

Serrano


Essa pimenta tem origem no México, mais precisamente na região montanhosa entre os estados de Puebla e Hidalgo. E é exatamente daí que vem seu nome, derivado de “sierras”. Os estados mexicanos de Veracruz, Sinaloa, Nayarit e Tamaulipas produzem anualmente em torno de 180.000 toneladas de pimenta serrano.

Sua planta adora clima quente com verão intenso e inverno brando, e seu cultivo é muito fácil. Possui uma produção rica: um pé pode produzir em média 50 frutos ao mesmo tempo e a produção ocorre o ano todo. É a segunda pimenta mais popular no México, ficando atrás apenas da jalapeño.

Serranos e jalapeños

A pimenta serrano é um fruto da espécie Capsicum annuum e pode ter várias cores, dependendo da sua maturação: verde, amarelo, laranja, vermelho e até marrom. No comércio é bem mais fácil de encontrá-la na cor verde, quando ela é mais jovem e ainda não madura. Ela é muito parecida com a pimenta jalapeño e muitas vezes confundida. Na cor verde as duas são muito próximas: as serranos tem em média 5cm e as jalapeños quase 10cm.

A principal diferença está na quantidade de capsaicina, ou seja, na picância. Enquanto as jalapeños giram em torno de 2.500 a 8.000 SHU (unidades na escala Scoville), as serranos variam de 10.000 a 23.000 SHU. A picância varia de acordo com a quantidade de sol que incidiu no pé e com as características do solo. Em geral, os frutos menores tendem a ser mais picantes.

Se compararmos a serrano com outras pimentas mais fortes, podemos considerá-la mediana. Ainda assim, devem ser tomados alguns cuidados ao manuseá-la. O contato dela com os olhos pode oferecer uma experiência desagradável, apesar de não nociva. Por isso recomenda-se uso de luvas no preparo de pratos e, no caso de trituração dos frutos, uso de óculos de proteção.

A pimenta serrano na culinária

Há diversas formas de consumir os frutos da pimenta serrano: crus, fatiados, triturados (macerados), em purê, conserva, molho, geleia e até assados. Diferente de outras pimentas, a serrano é um pouco difícil de se desidratar, pois seu fruto é bem carnudo. Mesmo assim, sua secagem e posterior defumação geram um resultado fantástico. A pimenta serrano pode ser utilizada sem que seja descascada ou cozida, pois sua casca é bem fina e mole.

Ela é muito utilizada no México no preparo de guacamole, que é um molho a base de abacate oriundo da cultura asteca, e também no pico de gallo, similar ao conhecido vinagrete no Brasil, porém, feito com suco de limão, tomate, cebola, sal e coentro. As conservas de serrano são bem comuns na culinária mexicana e vietnamita.

Onde encontrar a pimenta serrano no Brasil

No Brasil, a pimenta serrano ainda não é muito conhecida e há poucos produtos oferecidos comercialmente com ela. Na Loucos Por Pimentas você encontra uma conserva fantástica da super mexicana La Costeña. É um produto excelente, que pode ser consumido como aperitivo ou no preparo de pratos.

Serranos em escabeche da La Costeña

Benefícios da serrano à saude

As pimentas serrano tem baixo valor calórico, são ricos em vitamina A e C e com baixos índices de gorduras e colesterol. Além de todos esses benefícios elas oferecem um sabor incrível a diversos pratos.